TV Kabula

Diga adeus a TV tradicional e vem se encher de informação na TV cabula na Internet

Categoria: Saúde

Como se manter saudável

Se você está procurando se manter saudável, você já faz parte de um grupo de pessoas que estão conscientes da necessidade de buscar informações sobre qualidade de vida.

Manter-se saudável pode parecer uma tarefa difícil pois, na correria do dia a dia, o estresse e a má alimentação estão tomando conta do mundo.

Se você deseja realmente manter-se saudável, podemos garantir que isto é possível.

Examine e mude, se for necessário, pequenos hábitos que podem, ao longo dos dias, fazer uma enorme diferença na sua saúde física e mental.

São atitudes simples como beber mais água, dormir bem, ou não ficar sentado por muito tempo que podem trazer mais vitalidade para a sua vida.

Não importa a idade, sempre é possível melhorar sua qualidade de vida e ampliar sua expectativa de vida.

  1. Evitar os doces

É comprovado que pessoas que consomem muito açúcar tem predisposição a desenvolver doenças cardíacas.

Se bater aquela vontade de comer um doce, coma uma fruta. As frutas são menos calóricas e mais nutritivas.

  1. Evitar o sal

Diminuir o consumo de sal, só vai lhe trazer benefícios. O excesso de sal está entre as causas de hipertensão, retenção de líquidos, problemas circulatórios e outros.

Troque o sal por outros temperos, como ervas aromáticas (alecrim, tomilho, curry, sálvia, canela, açafrão, noz-moscada) e outros. Além disto o uso de limão, alho e vinagre podem ajudar a apurar o gosto da comida.

  1. Beber bastante água

A água tem um papel fundamental no nosso organismo, no Programa 100d Dr Uronal Zancan dá uma verdadeira aula sobre a importância da água para manter um corpo saudável. Você pode fazer um cálculo, para saber a quantidade aproximada que você deve consumir: multiplique seu peso por 0,03. A necessidade pode variar de acordo com cada pessoa.

Manter o corpo bem hidratado auxilia o funcionamento do intestino, controla a pressão, previne câimbras, elimina as toxinas entre outros benefícios.

  1. Dormir bem

O sono é dividido em 2 fases: superficial e profundo. Somente no sono profundo é que recuperamos as energias.

Uma boa qualidade de sono é fundamental para evitar fadiga, irritação e desanimo.

Dormir bem significa: quarto escuro, um bom colchão, silencio e em média 8 horas de sono.

  1. Evitar o estresse

Talvez esta seja a orientação mais difícil de seguir. Atualmente o estresse tem sido considerado uma das grandes causas indiretas de várias doenças.

Mesmo que sua vida seja agitada, é necessário ter um tempo para o lazer. Fazer alguma coisa que realmente lhe traga alegria e prazer. Pode ser uma viajem, um cinema, um livro, ouvir música, dançar ou comer uma pizza

Diferentes próteses penianas para tratar a impotência

Muito se fala sobre o uso de próteses penianas para resolver o problema da impotência sexual. No entanto, o que muita gente não sabe é que existem diferentes tipos de próteses.

Pensando nisso, vamos falar um pouco mais sobre o assunto e tirar todas as dúvidas que possam existir a esse respeito.

Isso porque a escolha do modelo ideal irá depender da avaliação feita pelo profissional em consulta, bem como da preferência que tem cada paciente e outros fatores que devem ser considerados.

Mas lembre-se que as próteses devem ser usadas apenas como “último recurso”, antes delas, vale tentar outros tratamentos,  Tittanus é um dos tratamentos naturais que dá ótimos resultados e vale a pena testar.

Mas chega de conversa, vamos ao que interessa, conhecer os tipos de próteses penianas para tratar a impotência:

Próteses semirrígidas ou maleáveis

Esse é o principal tipo de prótese utilizada, garantindo uma boa maleabilidade para o pênis. Ela ainda tem a vantagem de não ocasionar vazamentos líquidos e ter pouca necessidade de troca se for comparada com os modelos de inflar.

As hastes são feitas de filamentos de metal recobertos por silicone e são implantadas no pênis. por serem maleáveis, facilitam esconder a ereção durante o dia a dia.

Prótese peniana articulável

Esse tipo de prótese dobrável é mais fácil de ser disfarçada do que a prótese maleável. Ela também é revestida com silicone e composta de seções articuladas.

Mesmo assim, essas articulações promovem uma situação de menor rigidez para a penetração, conhecido como baixa rigidez axial.

Esse é um modelo menos popular que os outros.

Prótese peniana inflável

Uma das maiores vantagens que esse tipo de prótese apresenta é a possibilidade de retornar o pênis ao seu estado de completa flacidez sempre que for conveniente.

Por isso, ela é considerada mais discreta para a maioria dos homens, embora o seu funcionamento exija um maior nível de atenção.

Isso porque o homem terá que gerar a ereção através de uma pequena bomba que fica no escroto, cheia de soro fisiológico.

Ao ser bombeada, o líquido irá percorrer os canais que foram implantados no pênis e inflar. Depois de terminar o ato sexual, basta pressionar o pênis para baixo para que o líquido volte ao reservatório.

Como escolher a melhor prótese peniana para impotência sexual?

Pois bem, essa é uma escolha que deve ser feita em conjunto com o médico, considerando o caso de cada paciente de forma individualizada.

Devem ser considerado o motivo da falta de ereção, se houve perda de volume do órgão, se existem condições associadas e outros detalhes.

 

Dicas para quem sobre com queda de cabelo

A queda de cabelo afeta tanto os homens quanto das mulheres e, hoje em dia, podemos dizer que os dois lados se preocupam quando isso começa a acontecer, não é mesmo? Para que você não tenha que passar por este sofrimento, separamos algumas dicas importantes.

Só lembrando que, de acordo com os dermatologistas, é normal que todos os dias percamos cerca de 50 a 100 fios, mas, claro, que quando a queda ultrapassa este número devemos nos preocupar.

Conheça as principais causas da queda de cabelo

  • Herança genética – esta opção pode ser identificada bem cedo em homens, através das famosas “entradinhas” e nas mulheres quando os fios começam a ficar mais finos e ralos;
  • Pós-parto: durante a gravidez, os cabelos ficam fortes e brilhantes, mas após o parto eles começam a cair bastante. O fenômeno é conhecido como eflúvio telógeno;
  • Traumas psicológicos ou físicos;
  • Mudanças hormonais;
  • Estresse e ansiedade;
  • Maus tratos aos cabelos como, por exemplo, excesso uso de procedimentos químicos e chapinha.

Dicas para você cuidar bem do cabelo e evitar a queda

  • Mantenha seus cabelos sempre limpos. A sujeira que acumula no couro cabeludo é o fator mais comum da queda dos cabelos;
  • Opte por pentear os cabelos com aquelas escovas que têm bolinhas na extremidade dos pinos, pois, além de massagearem o couro cabeludo, elas ajudam a desembaraçar os fios, evitando a quebra dos cabelos;
  • Tente diminuir o estresse do dia a dia tenha uma rotina saudável e menos agitada;
  • Evite prender os cabelos enquanto eles estão molhados ou úmidos. Dormir com os cabelos úmidos também não é uma boa ideia. Estes fatores podem fazer com que fungos se alojem no couro cabeludo, danificando a estrutura do cabelo e contribuindo para a queda. Atente-se também para os elásticos de cabelo: eles podem deixar os fios quebradiços;
  • Fique sempre de olho nos sinais do seu couro cabeludo. Muitas pessoas que apresentam queda de cabelo relatam que tudo começou com caspas e coceiras na cabeça.

 

Quer mais dicas? O Dr. Lucas Fustinoni fala mais sobre o assunto neste vídeo:

Suplementos podem ajudar

Existem muitos suplementos naturais que ajudarão no estímulo ao crescimento capilar. o Suplemento Hairloss Blocker é um que até ajuda na recomposição dos cabelos, reestruturando e fortificando os fios a partir de sua combinação natural de vitaminas e minerais.

É importante que você escolha o suplemento correto e cuidado com os que prometem milagres rápidos, pois o importante é fazer o tratamento correto seguindo todas as dicas.

Como aliviar os sintomas da menopausa

Um processo natural que acontece de forma natural no organismo feminino, a menopausa causa alguns desconfortos para as mulheres.

Os sintomas da menopausa prejudicam muito o dia a dia, você concorda? Por isso, separamos algumas dicas de como aliviar esses sintomas.

 Conheça os principais sintomas da menopausa

Geralmente, os sintomas surgem entre os 45 e 55 anos de idade, momento que a menstruação passa ficar desregulada, além do famoso calor, a menopausa pode causar diversos desconfortos para as mulheres.

Conheça alguns sintomas aqui:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Dor de cabeça;
  • Baixo libido;
  • Fadiga;
  • Insônia;
  • Irritabilidade;
  • Secura vaginal;
  • Osteoporose;
  • Suores noturnos;
  • Aumento de peso.

Claro, que cada sintoma por variar de mulher para mulher, já que algumas têm alterações muito intensas e outras que não sofrem nada. 

Existem algumas formas naturais para aliviar os sintomas causados pela menopausa

A primeira dica é, aposte nas frutas e evite comidas calóricas, a amora é uma fruta excelente para isto e se você não achar ela com facilidade em sua cidade, pode optar por comprar o suplemento Max Amora que os efeitos são ótimos também. O ideal é comer alimentos que trazem saciedade mais fácil e que tem processo de digestão maior, já que nessa fase, o metabolismo da mulher é mais lento. Por conta disso, evite comer frituras e farinhas refinadas, por exemplo, porque como a digestão está mais lenta, a gordura poderá se acumular.

Outro ponto legal de ressaltar, é diminuir a quantidade ingerida de bebida alcoólica.  Investir nas vitaminas D e B12 de forma natural também é uma ótima ideia para aliviar os sintomas da menopausa, já que elas fazem a manutenção do sistema neurológico e ainda têm relação com a massa óssea.

Praticar esportes é muito importante, não é mesmo? Por isso, inserir exercícios físicos no seu dia a dia também ajudará muito no processo de aliviar os sintomas. Faça caminhadas ou corridas, troque o elevador pelas escadas etc. Manter a massa muscular e o peso ajuda na estimulação da formação óssea e diminui o risco de problemas cardiovasculares.

Coloque nas suas refeições alguns alimentos que trabalharão no seu organismo para aliviar os sintomas da menopausa. São eles:

  • Alimentos ricos em fibras;
  • Ômega 3, uma grande fonte são os frutos do mar;
  • Sementes de abóbora;
  • Girassol;
  • Gergelim;
  • Ovos;
  • Nozes;
  • Repolho;
  • Tomate;
  • Soja;
  • Linhaça;
  • Couve-flor;
  • Brócolis;
  • Arroz integral;

Beba bastante água! Algumas mulheres durante a menopausa, têm ficado com desidratação, que pode ter sido causada pela diminuição dos níveis de estrogênio. Por isso, o ideal é beber de oito a doze copos de água todos os dias.

Assista ao vídeo e veja mais dicas de como aliviar os sintomas da menopausa: